Passos para superar de um estado mais depressivo

O sentido que damos a tudo o que nos acontece na vida, assim como o impacto que tudo tem em nós, depende muito do significado e poder que damos aos acontecimentos e pessoas que nos rodeiam.

A importância que damos ao que acontece vindo de fora, e o desequilíbrio que poderá causar em nós, esta diretamente relacionado com a nossa estrutura e poder internos.

Quanto mais forem os nossos recursos internos, quanto mais nos valorizarmos, quanto mais sólida for a nossa maturidade emocional, quanto mais ampliamos a nossa capacidade de adaptação, quanto mais desenvolvermos a nossa sabedoria e consciência sobre nós e sobre a vida, quanto mais arriscamos sem medo o início de novas coisas, menor será o impacto negativo que as coisas externas terão sobre nós.

Quanto mais damos poder e importância a pessoas e acontecimentos externos, menos poder temos sobre nós

A influência interna do que acontece fora de nós e a forma como ressoa, depende inteiramente dos nossos dramas internos, que determinarão a forma como absorvemos o que vem, e a forma como REAGIMOS.
Quanto mais damos poder e importância a pessoas e acontecimentos externos, colocando nas suas mãos a nossa estabilidade e felicidade, menos controle teremos sobre o nossa equilíbrio.
Assumindo que coisas, pessoas e acontecimentos externos, poderão ser fonte de alegria e preenchimento, e acreditando que é a única fonte de realização, naturalmente que se algo falhar fora parte de nós morrerá por dentro.
A única forma de conseguir evitar que o exterior tenha poder sobre nós, é construirmo-nos por dentro, logo, aconteça o que acontecer fora, logo nos desapegamos daquela fonte de entusiasmo e logo criamos novas oportunidades de realização e preenchimento.

Quanto mais estamos construídos por dentro, menos poder o exterior tem de nos afetar, e de interferir com a nossa paz interna.

Quando eu sei quem sou, qual a minha intenção genuína, o que importa os julgamentos externos? No entanto se eu não souber bem quem sou, e quiser perceber, basta começar a observar os pensamentos, atitudes e sentimentos estão alinhados ou se cada um puxa para seu lado.

Para nos pacificarmos com as nossas atitudes e pensamentos, e para saber se estamos a fazer algo bem ou mal, basta imaginar que Deus nos está a observar, e o que ele sentiria ao observar a nossa atitude/pensamento, automáticamente teremos a inspiração e perceção sobre o que é certo e o que é errado nas nossas intenções, pensamente e sentimentos.
No entanto, tudo é um processo, e até que possamos ser mais “donos” da nossa estabilidade emocional, psicológica, energética e física, muito trabalho de auto consciencialização sobre nós precisa ser feito.

Impulsos necessários que podem ajudar a superar um desafio ou sair de um estado depressivo

No nosso dia a dia sempre usamos a nossa força e energia para a ação, num dos 2 polos – Positivo ou Negativo. É muito importante a identificação de como usamos a nossa iniciativa, foco e energia. Se usamos positivamente e para nos beneficiar (sem prejudicar outro), ou se usamos para nos prejudicar/desvalorizar/Derrotar (muitas vezes em benefício de outros).

Polaridades em que podemos usar os nossos impulsos, forças, iniciativa e foco – POSITIVO ou NEGATIVO.

 Foco Positivo  Foco Negativo
Decidir agir na direção do equilibrio e Cura Estagnação, auto-sabotagem, derrotismo
Ressignificar o sentido do que aconteceu no passado Usar o que aconteceu no passado para se derrotar e vitimizar
Fé em desenvolver o seu melhor, buscar o melhor dos outros e apoiar-se numa força Divina Falta de fé em si, na vida e em Deus
Semear crenças positivas de expansão Usar afirmações negativas sobre si mesmo, limitando-se
Procurar o que possa dar fé em si, na vida e nos outros Focar-se na negatividade de si mesmo, dos outros e da vida
Dar poder ao que tenho de bom dentro Dar poder às pessoas de fora, ao que dizem, pensam e fazem
Buscar e focar-se em recursos internos para expandir Buscar apenas defeitos e limitações em si para se derrotar
Identifica e Faz sobressair as suas qualidades Identifica e faz sobressair as desgraças da sua vida
 Dar um novo sentido à vida a cada dia Prisioneira de uma visão e realidade inadequada à expansão
 Abertura a novas visões, e formas de ressignificar as suas vivências de forma positiva Apegos a pessoas, coisas, emoções e ideias como fonte de felicidade
Implementa um dia a dia criativo, expansivo, inspirador Escravidão de rotinas monótonas e tem atitudes auto destrutivas
Assume a responsabilidade pela sua evolução, desenvolve habilidades para melhorar a vida Estagnação por medo, prejudicar os outros beliscando-lhes a auto-estima
 Buscar melhorar-se a cada dia  Buscar defeitos dos outros para nao se sentir tao mal consigo e com a sua vida
Investir tempo para si, no que faz ter alegria de viver Ocupar o tempo todo com o trabalho e com os outros e vitimizar-se depois

Nem sempre é simples acreditar que o poder da mudança, ou da nossa cura está em nós. Acreditar que uma decisão interna profunda, vinda do nosso mais profundo Ser, pode ser a viragem total, uma formula secreta para inverter a forma como usamos o nosso tempo, poder da mente, a nossa energia,  força e poder. Muitas vezes a nossa cura depende de uma libertação de emoções e sentimentos negativos, que nos aprisionam, e criam bloqueios energéticos e podem até manifestar-se ao nível físico.

Impulso para aceitar libertar o que era e como era antes

Para se conseguir sair de um estado de tristeza profundo, ou um estado mais depressivo, é necessário dizer dentro de nós “EU QUERO”, e depois AGIR buscando casos de sucesso e procurar ajudas.

3 Passos importantes para ajudar a encontrar motivação para fazer uma mudança

Sem estes 3 passos, não será possível sair de estados de tristeza, ou estados depressivos, e sem eles não será possível promover qualquer mudança positiva na vida.

 

Passo 1

 Decidir Mudar sem medo e sem desculpas

 

Passo 2

 Dar um novo sentido à Vida sem olhar para trás

Passo 3

Buscar Entusiasmo e resgatar a criança interior em direção ao Sol interno

Iniciar impulso de Ação para fazer o processo de mudança

O desporto é um maravilhoso anti-depressivo, ativa o sistema parassimpático

Mudar crenças internas e pensamentos negativos para positivos e ACREDITAR que consegue Tentar perceber o que na vida lhe traz senso de identidade, o que a faz vibrar e perder a noção do tempo
Ter iniciativa própria sem esperar que alguém faça por si Expandir conhecimentos e visão para dar um sentido maior ao que nos aconteceu Resgatar a criança interior através da criatividade, atividades lúdicas, dança, teatro, pintura, fazer artesanato
Escolher um foco positivo e com determinação avançar Buscar uma nova direção na vida nos ajude a expandir uma consciência maior do nosso Ser Buscar alegria de viver em coisas que só dependem de si (se depender dos outros a sua felicidade esta nas maos dos outros)
Buscar força e vontade  interna Encontrar caminhos que transmitam fé , confiança e ajudem a mudar verdades internas Permitir contagiar-se com pessoas alegres, positivas e expansivas
Ter vontade prórpia para agir Procurar pessoas que liderem grupos e sejam um bom exemplo de vida e a possam direcionar Encontrar motivação e entusiasmo em atividades que possa fazer que a façam ter orgulho de si sem depender do reconhecimento dos outros
Perceber que tudo está nas suas mãos e ninguém pode fazer o trabalho de recuperação por si Buscar pessoas e lugares de ajuda espiritual que ajudem a ter uma compreensão maior sobre a vida e do Ser como um todo Aprender a brincar e a rir à gargalhada, procurar sitios e pessoas que proporcionem bons momentos de alegria e prazer

 

Quando se quer mesmo, tudo é possível mesmo que os recursos sejam poucos, a intenção interna sempre move montanhas, atraí ajudas e define metas.Outra vertente fundamental para conseguir esta mudança é também, desenvolver um caminho espiritual, e uma cura energética.

Conversar com pessoas, buscando qual o caminho que mais se identifica. Existem muitos métodos de auto-cura, o Reiki, a Cura Multidimensional, Meditação, Cura reconectiva, etc. Mas verificará, que à medida que se iniciará no processo, irá atrair pessoas que vão dando dicas e direcionando.É Fundamental que a pessoa faça formações nestas àreas para fazer auto-cura, e assim vai tendo cada vez mais recursos que trarão confiança, e ajudarão a superar cada vez melhor os estados de desequilíbrio.

Também pode ser muito bom, em último recurso (ou primeiro quem sabe a abertura de cada pessoa) procurar centros de ajuda espiritual de confiança, onde a pessoa possa sentir-se acompanhada, apoiada, encontrar outras pessoas que já viveram situações idênticas e receber cura dos mentores do espaço. Normalmente são espaços onde nada se paga, o máximo que pode acontecer é pedirem uma contribuição livre para a ajuda de manutenção do espaço, o que é compreensível. Muitas das vezes acontece haver processos profundos de libertação e de cura energética que farão toda a diferença na cura da pessoa.

Sobre a autora
Cristina Jorge
Consultas online e presenciais
• Sessões de Terapia individual de Auto-consciência e transformação pessoal
www.cristinajorge.com
Email. info@cristinajorge.com

Veja Também:

Bookmark the permalink.

Comments are closed