Meditação, o que é e quais os seus benefícios??

Nos dias de hoje, há ainda muitas pessoas que não se renderam  aos fantásticos benefícios da meditação.

Benefícios esses que são inúmeros,  no entanto os mais concretos e conhecidos são o equilíbrio emocional, o  equilíbrio mental, físico (doenças),  energético paz interior, e um nível superior de consciência.

Há ainda uma grande parte de pessoas que, ainda se interroga sobre a questão “meditação, o que é? e quais os seus benefícios??”.

Em primeiro lugar vamos entender a origem da palavra meditação, que deriva de duas palavras latinas:

  • Meditari (pensar, para se entender, para exercitar a mente) e mederi (curar).
  • “Medha” Sua derivação em sânscrito significa sabedoria.

O Nosso mundo exterior revela o estado em que está o nosso mundo interior.

A meditação é uma fantástica ferramenta de pacificação interna, de auto-conhecimento, de descoberta de novos potenciais, de ligação a uma energia superior, de comunicar com os nossos guias espirituais,  de receber intuições para responder a questões internas e da nossa vida,  de desenvolvimento de ferramentas de auto-cura e cura ao próximo, e acima de tudo para trazer uma energia universal/Divina para o nosso Ser e para a nossa vida.

Na maioria das vezes, as pessoas recusam-se a fazer meditação porque o acto de meditar significa o confronto com o que se passa no interior da pessoa. E para a maioria dos seres humanos essa coragem de olhar para dentro revela a maior das bravuras, e também revela que a pessoa está disposta a assumir responsabilidade pelo que vai dentro de si, o que se irá refletir positivamente nos relacionamentos, no sucesso, na auto-valorização, e em todas as áreas de vida.

Como todos sabemos, o nosso mundo exterior é um reflexo do nosso mundo interior, também todos temos a noção de que ninguém se consegue organizar na sua vida exterior, sem antes organizar em primeiro lugar a sua vida interior. A maioria de nós trás do passado uma bagagem interna negativa que nos condiciona, e também limita a nossa vida. A meditação (aliada a outras ferramentas como o reiki, cura reconectiva, cura multidimensional, etc), pode ajudar a libertar parte desse “lixo” interno, ajudando a separar o que é útil, e deitar fora o que não serve para nos amplificar, expandir e alcançar uma vida harmoniosa e plena.

A meditação é uma ferramenta fabulosa para conseguir aceder à nossa realidade interna ameaçadora, construida dentro de nós na infância, usando a auto-observação. Realidade essa que criou verdades inconscientes, completamente limitadores e auto-sabotadoras, que nos fazem acreditar que não temos valor, que não merecemos uma vida e relaões melhores, e que a vida é má e que só existem pessoas más.

Passos bebé para quem quer iniciar a meditação

A meditação numa fase inicial é uma prática que, através de uma postura adequada e confortável, onde vamos simplesmente observar o nosso mundo interior, as emoções, a mente, o corpo e a nossa energia (quente, frio, expansivo, retrativo, etc). Para quem quer começar a meditar, não vale a pena tentar grandes técnicas, ou grandes voos espirituais, porque vai apenas criar frustração por não conseguir sequer estar consigo mesma. Numa primeira fase a meditação serve apenas para limpar a nossa casa interna, retirando tudo para fora, para depois trazer para dentro apenas o que nos serve como fonte de estabilidade, equilíbrio, motivação, etc.

Todo lixo do nosso interno deve ser retirado, para depois ser criado um altar interno, um lugar onde eu me sinto segura e confiante e onde gosto de estar. Ninguem consegue meditar, se não gostar do sitio onde está, então a organização e limpeza do espaço interno é o primeiro passo para quem quer meditar.

E como isso se faz…..apenas observando o que se sente, sentindo as emoções, tentando identificar, aceitando, fazendo dialogo interior perguntando porque sentes isto?, como podes mudar aquilo? como seria se estivesse tudo bem na minha vida? O que posso fazer por mim para me pacificar? O que na minha vida me dá alegria? O que posso fazer para me libertar do que me entristece? Que emoções tomam conta de mim ? O que posso fazer para me libertar da negatividade? O que na minha vida me incomoda, e o que posso fazer para mudar? etc. Cada pessoa deve encontrar a sua forma e métodos de se conseguir pacificar, libertar e usar a sua energia construtivamente na sua vida, em vez de a usar para se criticar, desmoralizar, derrotar, etc.

Identificar o turbilhão e desemaranhar o fio do caos interno

Assim, a meditação inicial serve apenas para conseguirmos identificar o turbilhão internos, e começar a desenrolar o novelo confuso interno, para depois decidir o que tem de ir para o lixo e o que tem de ficar.

Neste  primeiro passo simples, a pessoa deve-se entregar sem medos a esse turbilhão, deixa-lo fluir e manifestar-se nas mais confusas emoções, sem julgamento, sem critica, apenas observando o que é como é, permitindo-se não estar bem.

Se conseguirmos em primeiro lugar desemaranhar o fio de caos interno, aos poucos e muito lentamente, a consciência sobre a nossa desorganização interna vai-se tornando em algo mais consciente, e assim será possível, aos poucos e sem pressão, ir organizando esses medos, agitação, raivas, frustração, etc.

Direccionando o negativo para uma consciência e compreensão, para depois dar lugar a outros sentimentos que irão ajudar a pessoa a recuperar o seu equilíbrio interno, e assim poder reestruturar a sua vida no exterior.

Assim, e recorrendo a um conjunto de “técnicas” de respiração, entrega, foco, e  auto-observação, é possível fazer uma ligação com o nosso mundo interior, conseguindo perceber como estamos internamente, se agitados, se em panico, se mais tranquilos, e assim ser possível alcançar uma calma, e uma pacificação interna que permite criar  estabilidade e equilíbrio emocional, mental, fisica e energético.

Numa segunda fase, deve-se iniciar um diálogo interno

Antes de mais, e numa fase inicial, a meditação serve, para estabelecer um dialogo interno, que permite fazer um ponto de situação sobre a realidade interna da pessoa, assumindo que há medos, raivas, tristezas, frustrações, etc. Conseguindo ter uma percepção real sobre o quanto nos sentimos ameaçados até dentro de nós, inicia-se um processo de integração destas crenças internas, com uma realidade mais pacificadora, que trará grandiosos benefícios à pessoa, em todas as suas áreas de vida.

Meditação numa fase mais avançada

O objetivo da meditação numa fase mais avançada é, basicamente focar e silenciar sua mente, eventualmente alcançando um nível superior de consciência e paz interior.

Pode-se meditar em qualquer lugar e a qualquer momento, permitindo que seja possível sentir uma sensação de paz e tranquilidade independentemente do que estiver acontecendo ao seu redor.

A pessoa pode mais facilmente aceder aos níveis energéticos mais elevados, que permitem conectar aos nossos com energias superiores que podem nos curar e também ser utilizadas para curar outras pessoas.
A meditação é, nos dias de hoje, claramente entendida como uma poderosa abordagem energética, que qualquer pessoa pode usufruir para se auto-ajudar, ajudando a lidar com problemas emocionais, psicológicos, de saúde, stress e ansiedade.

A meditação ajuda a libertar padrões de pensamento negativos e ajuda “disciplinar” a mente, amplificando a contemplação e reflexão. A meditação pode ser considerada uma fonte de sabedoria e cura interior.

Benefícios da meditação

Infelizmente a maioria das pessoas mantém-se completamente desinformadas sobre o verdadeiro significado e poder da meditação e desconhecem os poderosos benefícios físicos e mentais que a meditação pode ter quando praticada com regularidade. A meditação contribui para a libertação da negatividade o que ajuda a pessoa a manter uma pele sempre jovem e uma aparência jovem. A meditação pode ajudar a melhorar o humor e consequentemente ajudar na cura da depressão pela auto-responsabilização e pela auto-observação.

Principios básicos da meditação

Para se iniciar um processo de meditação, é importante a pessoa libertar o máximo de agitação. Para quem nunca fez meditação pode iniciar por fazer algumas respirações profundas, observando a respiração. Também, rodar o pescoço e fazer alguns alongamentos, assim como massajar um pouco o corpo, ajuda a pessoa a trazer a sua atenção da mente agitada para a sensação do corpo.

  • Concentração na meditação é essencial para acalmar a mente
  • Centrar a atenção na respiração, ajuda a restabelecer os níveis energéticos, acalmar a mente e estabilizar as emoções;
  • Tranquilizar  e libertar o ruídos dos pensamentos e dos sentimentos.
  • O propósito da meditação simplesmente o de cultivar a calma.
  • Tornar conscientes e Libertar Os “filmes” que criamos, diariamente, na nossa cabeça.
  • Tomar consciencia dos bloqueios emocionais, dos medos inconscientes e criar um lugar seguro dentro de nós;
  • Aprender a não deixar que o passado contamine o nosso presente e deixe de limitar o nosso futuro;
  • Ajuda a percepcionar verdadeiramente as nossas emoções sem as analisarmos, condenarmos ou explicarmos – notando, simplesmente, como estamos;
  • A prática diária deste notar torna-nos mais conscientes dos nossos sentimentos, pensamentos e acções, criando a oportunidade de mudarmos intencionalmente as nossas respostas emocionais e os nossos padrões mentais;

Existem diversos tipos de Meditação

Meditação pode ser vista por diferentes perspectivas e filosofias de vida, existem variadíssimos tipos de práticas de meditação bastante distintas e com diferentes fins. No entanto as diferentes filosofias mantém os princípios básicos da meditação que são a tranquilização do pensamento, reflexão, relaxamento e contemplação.
Os vários tipos de meditação que são reconhecidas incluem a meditação transcendental, a oração, a meditação Zen, meditação taoísta, a meditação, e meditação budista. Alguns métodos de meditação pode exigir que o corpo seja absolutamente imóvel, ou de ser movido com deliberação controlado, enquanto outros tipos de permitir o movimento livre do corpo.
Agora que já temos uma breve noção sobre “meditação, o que é e quais os seus benefícios” e como são importantes os seus principios e benefícios para tornarmos a nossa vida mais equilibrada e tranquila,  podemos experimentar na prática os benefícios da meditação. A mediação só pode melhorar a nossa vida, fornecendo tanto benefícios físicos e emocionais que vão mudar a nossa visão da vida de forma positiva. Algumas pessoas optam por tirar cursos onde podem aprender como meditar para se sentirem mais seguras na aprendizagem de técnicas de meditação e relaxamento para principiantes.

Exercício simples de meditação para iniciantes:

1. Sente-se em silêncio e numa posição confortável.
2. Foque-se numa palavra que lhe traga paz, uma frase curta, som ou oração e repita algumas vezes.
3. Feche os olhos.
4. Relaxe os músculos, dos pés à cabeça.
5. Respire devagar e naturalmente. Ao mesmo tempo, diga sua frase, som ou palavra silenciosamente, para você mesmo.
6. Tenha uma atitude passiva. Não se preocupe se está indo bem. Quando outro pensamento vier à mente, retorne com calma a seu tema de repetição.
7. Concentre-se assim por 5 minutos.
8. Não se levante imediatamente. Continue sentado e em silêncio por algum tempo, permitindo que outros pensamentos retornem. Só então abra os olhos.

© Texto original de Cristina Jorge

Consultas online e presenciais com Cristina Jorge

• Sessões de Terapia individual de Auto-consciência e transformação transpessoal
•Aconselhamento – Astrologia, Consciência e Mindfulness

Cursos Online e presenciais
Astrologia, Consciência e Mindfulness Contactos
Email. info@cristinajorge.com
Tel. + 351 966 565 485
Site www.tratamentodadepressao.org

 

“Reprodução permitida desde que citada autoria e fonte com hiperligação (link)”

Veja Também:

Bookmark the permalink.

Comments are closed